Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Saúde
NOTA DE ESCLARECIMENTO: LABORATÓRIOS TÊM FALTA DE MATÉRIA-PRIMA E CIDADES BRASILEIRAS JÁ SENTEM EFEITO COM FALTA DE MEDICAMENTOS.

Publicado em 09/09/2022 às 16:04 - Atualizado em 09/09/2022 às 16:04

A Prefeitura de Antônio Carlos, através da Secretaria de Saúde e Desenvolvimento Social, vem a público manifestar-se sobre o desabastecimento de alguns medicamentos e insumos na área da saúde.

 

O Brasil passa por uma fase de desabastecimento de remédios em diversas regiões. A falta de medicamentos tem afetado farmácias, hospitais e unidades públicas de saúde na maioria das cidades do País. O desabastecimento se dá pela ausência de matéria-prima para compor as substâncias e, também, a escassez de insumos para embalagem.

 

Grande parte são medicamentos considerados simples, mas de suma importância para o funcionamento do serviço público. Em Antônio Carlos, os compostos como Azitromicina, Amoxicilina com Clavulanato, Pregabalina, Sertralina, além de Soro Fisiológico são alguns dos itens com dificuldade de entrega pelas empresas fornecedoras.

 

“O Brasil é muito dependente de matérias-primas de países como Índia e China, que são os maiores produtores do mundo. A desorganização do sistema de produção da indústria farmacêutica, quando não falta matéria-prima, faltam frascos, vidros, blister, conta-gotas. É uma fase que nos preocupa muito. Há uma dificuldade enorme de fazer aquisições”, explicou o Vice-Prefeito Filipe Schmitz, atual gestor da pasta da saúde no município.

 

Ações administrativas estão em andamento já há algumas semanas para garantir o acesso aos itens essenciais especialmente para o funcionamento das Unidades de Saúde.